Banner

Banner

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Matrículas para escolas de tempo integral começaram nesta segunda-feira (16)



As matrículas para os alunos interessados em uma vaga no primeiro ano do Ensino Médio em um dos 11 Centros de Educação Integral no Maranhão Começaram nesta segunda-feira (16) e prosseguem até 27 de janeiro. Poderão ser realizadas nas próprias escolas.
Nos Centros de Educação Integral, o período letivo diário dos estudantes terá duração de 7h50, de segunda a sexta-feira, totalizando 37,5 horas/aulas semanais. Os alunos terão uma integração entre as disciplinas do ensino regular (como Português, Matemática e História) com disciplinas eletivas (como Robótica, Protagonismo Juvenil, Iniciação Científica, Futsal, Handebol e Dança), que serão definidas a partir de uma seleção de temas escolhidos por estudantes e professores.
‘Educa Mais’, como serão chamados os Centros de Educação Integral, consistem em um novo modelo de escola pública, que visa o desenvolvimento dos estudantes nas dimensões intelectual, social, cultural, física e emocional por meio de ações integradas e em tempo integral. Envolvem setores que influenciam diretamente a formação plena dos estudantes como família, educadores, gestores e comunidades locais. São ofertadas cinco mil vagas nos 11 Centros na capital e no interior, sendo 1.960 vagas para o 1º ano do Ensino Médio e 3040 vagas para os 2º e 3º anos.
Para fazer a matrícula no 1º ano da Educação Integral, o estudante deve ter concluído ou está concluindo o 9º ano do ensino fundamental em escolas regulamentadas das redes federal, estadual, municipal ou privadas. Os estudantes que residem mais próximos das referidas escolas ou que sejam oriundos de uma escola mais próxima, terão prioridade.
Para se matricular, os estudantes, acompanhados do responsável, devem comparecer à escola onde funcionará o centro, munido com original e cópia dos seguintes documentos: Histórico Escolar ou Declaração de escolaridade da última Unidade de Ensino em que estudou; duas fotos 3 X 4 recentes; Certidão de Nascimento/Casamento ou RG com CPF do estudante, se possuir; RG e CPF do responsável legal, no caso de estudante menor de 18 anos; Laudo comprobatório de deficiências declaradas (se for o caso); fatura da concessionária de energia elétrica atualizada (máximo de três meses). Quando a fatura não estiver em nome do responsável pelo estudante, apresentar, conjuntamente, outro comprovante de endereço em nome da mãe/pai/responsável pelo estudante.
Para os 2º e 3º anos, a rematrícula será automática para os alunos da casa. As vagas excedentes serão preenchidas com alunos externos, obedecendo ao critério de proximidade da escola. “Aquele aluno que estiver estudando na escola, que agora vai funcionar como centro de educação integral, e não tiver o interesse de cursar o ensino médio integral, deve procurar outra escola da rede estadual mais próxima”, destacou a secretária Adjunta de Ensino da Seduc, Nádia Dutra.
Para o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, a construção da educação integral no Maranhão precisa ser coletiva. “A educação integral é um modelo novo em nosso estado, mas de muito sucesso em estados que apostaram nesta maneira diferenciada de fazer uma educação transformadora. Contudo, o sucesso desse projeto depende da coletividade. Por isso, conclamamos as famílias, estudantes, professores, gestores, técnicos, apoios pedagógicos e trabalhadores da educação em geral para que possamos protagonizar de forma coletiva a construção dessa educação, em prol de um único ideal – oportunizar que nossos estudantes sejam agentes transformadores de sua realidade em favor do desenvolvimento social e da cidadania”.
Confira os Centros de Educação Integral com matrículas abertas:
São Luís – Almirante Tamandaré (Cohab); Professora Maria Mônica Vale (Vinhais); Dorilene Silva Castro (Coroadinho); Professora Margarida Pires Leal (Alemanha); Joana Batista (Cidade Olímpica), e CAIC Barjonas Lobão (Cidade Operária).
Alcântara – C.E. Professor Aquiles Batista Vieira;
Santa Inês – C.E. Poeta Antônio José;
São José de Ribamar – CAIC São José de Ribamar;
São Bento – C.E. Kiola Costa, no município;
Timon – C.E. Jacira de Oliveira e Silva.

Leia Também:

Maranhão terá sete Núcleos de Educação Integral que beneficiarão mais de 25 mil alunos

Nenhum comentário:

Postar um comentário