Banner

Banner

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Programa “Sim, eu posso!” promove cidadania e dignidade reduzindo o analfabetismo no Maranhão

Os alunos do programa ‘Sim, eu posso!’, no município Governador Newton Bello, têm muito o que comemorar. O motivo para tanta alegria é que eles concluíram o curso de alfabetização, podendo agora exercer a sua cidadania e dignidade.


O secretário de Estado de Educação, Felipe Camarão, esteve presente cerimônia de formatura realizada nessa quinta-feira (09) e assim pode prestigiar este marco na vida dos beneficiados do ‘Sim, eu posso!’. “Agora vocês podem assinar documentos. Não parem de estudar. Vim em nome do governador dizer que vamos trabalhar para que possam continuar seus estudos”, disse Camarão.
Em outro município, o de São João do Caru, existem 1.277 analfabetos segundo o Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc). Durante o período de oito meses, o programa de alfabetização realizado pelo Governo do Estado conseguiu formar 798 pessoas, sendo que destes, 619 não sabiam ler e escrever, 48% desse total foi alfabetizado.


O ‘Sim, eu posso!” também chegou a Santana do Maranhão, e um dos assistidos pela iniciativa foi o senhor Silva Marreiro, de  69 anos, lavrador agora alfabetizado. Para ele, apesar de não poder ter estudado quando criança, é de grande alegria conseguir ter realizado esse sonho. “Para mim é uma vantagem muito grande. Eu acho que, do grupo, o mais velho sou eu. Antes eu não conseguia escrever, mas agora eu consigo”, disse.
Conheça o programa

O projeto acontece em regime de cooperação com o Movimento Sem Terra (MST), detentor do método de alfabetização ‘Sim, Eu Posso! – Círculo de Cultura’, desenvolvido em municípios que estão entre os 30 com menor IDH do Estado e a meta é atender, nestes municípios, mais de 14 mil pessoas, com idade igual ou superior a 15 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário