Banner

Banner

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Quatro crianças morrem afogadas em açude no município de São Mateus



Quatro meninas morreram afogadas na tarde deste domingo (30) em um açude localizado em uma chácara no povoado Santa Rosa, a cinco quilômetros da zona urbana de São Mateus. Uma jovem de 16 anos, que também se afogou, está internada em estado instável. Três das vítimas seriam irmãs.
Segundo o investigador de Polícia Civil de São Mateus, Itamárcio Santana, as jovens eram evangélicas e estavam participando de uma tarde de lazer da igreja Testemunhas de Jeová. A cidade não possui Corpo de Bombeiros e Instituto Médico Legal (IML); e foi preciso que populares prestassem os primeiros socorros.
Morreram antes de dar entrada no Pronto Socorro Municipal as jovens Delcilene Conceição dos Santos de Sousa, 12 anos, Jocilene Inês dos Santos de Sousa, 11 anos, Lígia Maria Pereira de Paula, 12 anos, e Susana Figueiredo Garcês, 9 anos. Jecilene Conceição dos Santos de Sousa, 16 anos, sobreviveu e recebeu atendimento de emergência na unidade hospitalar do município, mas já foi transferida para o hospital de uma cidade próxima que seria em Coroatá ou Peritoró.
As cinco vítimas estavam em grupo de cerca de quinze meninas com apenas uma pessoa responsável por elas, identificada como Maria Elza Chaves. A filha dela foi uma das vítimas.
Maria deve prestar depoimento na delegacia de Polícia Civil da cidade nesta segunda-feira (31). A causa do afogamento não foi informada, mas há indícios de que por um momento de distração uma se afogou e as outras tentaram salvar.

O velório das vítimas estaria acontecendo no bairro Vaquejada, onde quase todas moravam. De acordo com o investigador, o enterro deve acontecer nesta segunda no Cemitério da Avenida Pequi, que fica no bairro que dá nome ao local. A movimentação em frente à unidade hospitalar durante tarde e noite deste domingo foi intensa e a cidade ficou chocada com a tragédia. O laudo do exame cadavérico deve sair nas próximas horas.
(Com informações MA 10)

Nenhum comentário:

Postar um comentário