Banner

Banner

domingo, 17 de dezembro de 2017

Artigo de Flávio Dino: As mudanças na saúde



Um dos principais êxitos do nosso governo, na área da saúde, reside na abertura e funcionamento pleno de grandes hospitais regionais em Imperatriz, Pinheiro, Santa Inês, Balsas, Bacabal, Caxias e, em breve, Chapadinha. Recebi obras inacabadas, que não foram concluídas por erros, desvios e porque tinham medo do elevado custeio mensal. Como governamos com seriedade, conseguimos concluir as obras e iniciar os atendimentos. Onde antes havia esqueletos de obras, hoje há hospitais de verdade. Somente esse resultado já mostra a gigantesca mudança que realizamos na Secretaria de Saúde e é por isso que, todos os dias, o império midiático do coronelismo tenta parar esse trabalho sério e eficiente. E ainda temos muito o que mostrar.
Na Grande Ilha, fizemos o HTO (Hospital de Traumatologia e Ortopedia), que sofreu uma campanha de perseguição justamente porque a oposição sabia do impacto positivo que ele teria. Estamos realizando cirurgias em pessoas que estavam esperando há meses, em suas casas ou no Socorrão 2. Com sua inauguração, o antigo Hospital Geral foi, de verdade, transformado em Hospital do Câncer, exclusivamente, pois os pacientes de ortopedia e traumatologia estão saindo de lá. Também investimos mais de R$ 1 milhão na construção da Casa de Apoio aos pacientes do Hospital do Câncer, para criar um espaço digno de apoio aos pacientes e familiares, vizinho ao hospital.
Abrimos a Casa Ninar, que funciona onde antes era a Mansão de Veraneio do Governo, que eu desativei, como havia prometido em campanha. Em poucos meses, a Casa Ninar já virou referência nacional em seminários de especialistas no tratamento da microcefalia. Um destino bem mais digno ao espaço, que reflete nosso compromisso de governo. Em vez de festas e banquetes, cuidado com as pessoas.
Nosso próximo passo na área de Saúde será a construção do novo Hospital de Urgência e Emergência da Ilha, que irá desafogar os Socorrões municipais. Demos início à licitação dessa obra que representará grande conquista à população da Região Metropolitana.
Também está em andamento o concurso para 1.000 vagas no quadro efetivo da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), responsável pela gestão de 45 unidades de saúde na capital e no interior do estado. É o primeiro concurso público na área de saúde em décadas, que vem em sequência aos processos seletivos que nós implantamos. Lembro também das 142 ambulâncias de grande porte que já foram doadas para prefeituras, para que possam auxiliar no atendimento à saúde nas redes municipais e para melhor integrá-las com nossos hospitais regionais.
E temos a Força Estadual de Saúde (Fesma) que vai aos povoados das cidades com menor IDH de nosso estado – garantindo atendimento a quem mais precisa. Esses 120 profissionais da Força já realizaram cerca de 750 mil atendimentos, ajudando a dimensão mais importante de uma política de saúde: a Atenção Básica.
Com essas ações, aumentamos em mais de 40% o número de leitos hospitalares em nosso estado – que passou de 1.862 para 2.636, de acordo com o DATASUS, do Ministério da Saúde. Também aumentamos a presença de médicos em nosso estado, uma das nossas metas.

Prova de que levamos a sério o cuidado com a saúde de todos, com trabalho, dedicação, empenho. Sem pirotecnias, apenas tratando com seriedade o dinheiro público e não gastando em privilégios. Muito ainda há o que construir por nosso estado. Nesse caminho seguiremos.

Um comentário:

  1. Apesar de não conhecer a verdadeira realidade da saúde no Maranhão, mas o que tenho visto e ouvido, é que a saúde no Maranhão, não está só doente, e sim na UTI, é uma vergonha. Por isso, que o Maranhão está sendo considerado como o Estado mais pobre do Brasil. Até quando vamos viver essa maldita realidade de pobreza em todas as áreas do Estado, tudo por culpa da Administração Pública, que só pensam neles de todas as formas, até roubando os cofres públicos, infelizmente. Enquanto isso, eles estão cada vez mais ricos e a população cada vez mais pobre.

    ResponderExcluir