Banner

Banner

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Rua Digna chega a 160 vias de 22 cidades do Leste, Oeste e Norte do Maranhão




Garantindo a acessibilidade do maranhense, o Programa Rua Digna já alcançou 160 ruas de 22 cidades do Leste, Oeste e Norte do Maranhão. A iniciativa leva pavimentação e melhoria na infraestrutura a pontos que nunca haviam recebido intervenções.
Em São Luís, já foram 87 vias contempladas. Nos municípios, 73 ruas foram beneficiadas. A ação é desenvolvida pelo Governo do Maranhão.
O recurso oferecido no Programa Rua Digna é de até R$ 200 mil para cada Plano de Trabalho. O subsídio é destinado ao custeio dos blocos de concreto, de areia, do meio fio, da calçada e para o pagamento do técnico da engenharia civil que atua junto à comunidade na execução das obras nas ruas. Os calçamentos das ruas são feitos com bloquetes intertravados, preferencialmente confeccionados pelos apenados do Complexo Penitenciário São Luís.
O secretário de Estado do Trabalho e da Economia Solidária (Setres), Julião Amin, diz que o programa foi criado pelo governador Flávio Dino para amenizar a crise econômica que atravessa o Brasil, com desemprego generalizado. “Ele pensou em como distribuir renda para esse trabalhador que está desempregado e ao mesmo tempo melhorar a qualidade de vida desse cidadão. Então, o projeto tem a finalidade de distribuir renda e oferecer uma vida melhor ao trabalhador onde ele mora”, relata.
Julião Amin reitera a importância do benefício para o trabalhador que mora na periferia, acorda para levar o filho à escola e se depara com uma via esburacada. “A situação deixava as crianças com os pés e roupas sujas da lama, no período chuvoso. E já no verão, é aquela poeira que também incomoda”, completa.
Economia de dinheiro
O secretário destaca a importância do modelo em que o morador administra o próprio recurso que é destinado à rua. “Esse é um programa de alcance social profundo que serve para as comunidades que mais necessitam. A expectativa é a melhor possível, porque eu tenho certeza que essa obra economiza o dinheiro público. O morador tem certeza de que não um centavo será desviado do destino final. Minha expectativa é que esse programa seja copiado”, declara.
Uma das obras concluídas recentemente foi em Cajari, a 200 quilômetros de São Luís, na região da Baixada Maranhense, cidade atendida pelo Plano Mais IDH. O programa usa mão de obra dos próprios moradores para pavimentar ruas que antes eram tomadas por poeira, lama e buracos. Isso gera emprego e renda para a comunidade.
“É importante o foco do Governo para erradicar antigos problemas de infraestrutura que vinham acontecendo em municípios maranhenses e na própria capital. O diferencial desta gestão é ouvir a população e levar até eles benefícios que supram suas necessidades”, diz a coordenadora do Rua Digna, Daniella Arraes.
Situada a 100 quilômetros da capital maranhense, a cidade de Primeira Cruz foi a primeira do Estado a concluir a obra, em outubro de 2017. Foi na Travessa Gonçalves Dias, com a pavimentação de bloquetes de concreto.
Total de ruas contempladas na Ação Mutirão Rua Digna:
São Luís – 87 ruas
Paço do Lumiar – 15 ruas
São José de Ribamar – 4 ruas
Raposa – 5 ruas
Primeira Cruz – 4 ruas
São João do Caru – 2 ruas
Cajari – 2 ruas
Água Doce do Maranhão- 2 ruas
Conceição do Lago Açu – 4 ruas
Fernando Falcão – 1 rua
Governador Newton Bello – 2 ruas
Jenipapo dos Vieiras – 2 ruas
São Francisco do MA – 4 ruas
Araioses – 7 ruas
Pedro do Rosário – 2 ruas
Santo Amaro – 3 ruas
Serrano do MA – 2 ruas
Satubinha – 2 ruas
Amapá do MA – 4 ruas
Marajá do Sena – 2 ruas
São Roberto – 3 ruas
Arame – 3 ruas


Nenhum comentário:

Postar um comentário