domingo, 4 de dezembro de 2016

Morre o poeta Ferreira Gullar, aos 86 anos

POR O GLOBO


O poeta, ensaísta, crítico de arte, dramaturgo, biógrafo, tradutor e memorialista Ferreira Gullar morreu aos 86 anos. A informação foi confirmada pelo colunista Ancelmo Gois. A causa da morte ainda nao foi confirmada. O escritor estava internado no Hospital Copa D'Or, na Zona Sul do Rio.
Ferreira Gullar assumiu ao longa da vida uma extensa lista de papéis que, sozinhos, não dão a dimensão do seu lugar na cena cultural do país. Um dos fundadores do neoconcretismo, o poeta participou de todos os acontecimentos mais importantes da poesia brasileira.
Quarto dos 11 filhos do casal Newton Ferreira e Alzira Ribeiro Goulart, ele nasceu José Ribamar Ferreira no dia 10 de setembro de 1930 em São Luiz, no Maranhão. No início da década de 1950, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde, em 1956, participou da exposição concretista que é considerada o marco oficial do início da poesia concreta. Três anos depois, criou com Lígia Clark e Hélio Oiticica, o neoconcretismo, que valoriza a expressão e a subjetividade em oposição ao concretismo ortodoxo.
Militante do Partido Comunista, exilou-se na década de 1970, durante a ditadura militar, e viveu na União Soviética, na Argentina e Chile. Retornou ao país em 1977 e foi preso por agentes do Departamento de Polícia Política e Social no dia seguinte ao desembarque, no Rio. Foi libertado depois de 72 horas de interrogatório graças à intervenção de amigos junto a autoridades do regime. Depois disso, retornou aos poucos às atividades de critico, escritor e jornalista.
Eleito em 2014 para a Academia Brasileira de Letras, coleciona uma vasta lista de prêmios. Em 2002, foi indicado por nove professores dos Estados Unidos, do Brasil e de Portugal para o Prêmio Nobel de Literatura. Em 2007, seu livro "Resmungos" ganhou o Prêmio Jabuti de melhor livro de ficção do ano. A obra, editada pela Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, reúne crônicas de Gullar publicadas no jornal Folha de S. Paulo ao longo de 2005.

Em 2010, foi agraciado com o Prêmio Camões, o mais importante prêmio literário da Comunidade de Países de Língua Portuguesa. No mesmo ano, foi contemplado com o título de Doutor Honoris Causa na Faculdade de Letras da UFRJ. Um ano depois ganhou o Prêmio Jabuti com o livro de poesia "Em alguma parte alguma".

Em Imperatriz, governador Flávio Dino lança serviço Travessia e participa do 14º Salimp




Um dos programas de maior nível de satisfação do Governo do Estado, o serviço Travessia foi lançado para atender a Região Tocantina. Em solenidade realizada em Imperatriz na noite de sexta-feira (02), e que teve a participação de membros do Conselho Municipal dos Direitos das Pessoas com Deficiência, o governador Flávio Dino assinou o contrato de ampliação do serviço que levará inclusão social para milhares de cadeirantes da região. Na ocasião, ele visitou também a 14ª edição do Salão do Livro de Imperatriz – SALIMP.
Lançado no início de 2015 para atender os municípios da Região Metropolitana de São Luís, o projeto Travessia rapidamente se tornou sucesso e quadruplicou, em pouco tempo, o número de usuários. O resultado satisfatório fez com que o Governo do Estado iniciasse o processo de interiorização dessa política, e a primeira região escolhida foi a Tocantina, onde o projeto vai atender os municípios de Imperatriz, Davinópolis, Senador La Rocque e João Lisboa.


O governador Flávio Dino enfatizou que as pessoas com deficiência têm o mesmo direito à mobilidade urbana que todos os cidadãos, mas possuem maior dificuldade de deslocamento para o trabalho, estudo e lazer. “Por isso, atendendo a quem mais precisa, o Governo do Maranhão criou o programa Travessia, complementando o sistema público de transporte, para que as necessidades de pessoas com deficiência sejam melhor atendidas”, destacou.
O presidente da Agência Estadual de Transporte e Mobilidade Urbana (MOB), Arthur Cabral, fez uma apresentação completa do funcionamento do Travessia aos presentes e realçou que a iniciativa é baseada em três eixos fundamentais: inclusão social, igualdade social e direito a todos. “Dado o grande sucesso em São Luís e as adaptações que fizemos nesse serviço, nós começamos o processo de interiorização do serviço Travessia, assim como nós já tínhamos feito com o Expresso Metropolitano”, disse, anunciando que a MOB já está projetando a expansão para outras regiões do estado.
O presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Oton Rodrigues, comemorou a iniciativa do Governo do Estado em garantir mobilidade e inclusão social para os que mais precisam. “Vai ser de grande valia para as pessoas com deficiência terem o direito de ir e vir. É um grande passo para a história das pessoas com deficiência em Imperatriz”, pontuou.
SALIMP


Ainda durante a visita a Imperatriz, o governador Flávio Dino visitou stands e conversou com a população na 14ª edição do Salão do Livro de Imperatriz – SALIMP. Considerado um dos maiores eventos literários do estado, o Salimp movimenta diariamente milhares de pessoas de toda a Região Tocantina e reúne para divulgação de seus trabalhos, escritores, artistas plásticos, músicos, editoras de todos os estados, visando apresentação e comercialização, além de incentivar as novas gerações a mergulhar no mundo da literatura e da arte.
“Nesta edição, assim como nas outras relativas ao nosso Governo, nós demos todo o apoio para a realização do Salão do Livro, mediante Lei de Incentivo, para que ele se realize. Consideramos que é um espaço de enorme importância para geração de conhecimento, para estímulo a todas as pessoas de todas as idades”, enfatizou o governador.


Este ano, 10 mil de alunos da rede pública municipal e estadual de Imperatriz e região serão beneficiados com vales-livros, no valor de R$20 reais cada, para aquisição de títulos de suas preferências e materiais educacionais, fruto de uma emenda parlamentar do deputado estadual Marco Aurélio. “Eles gratuitamente puderam vir aqui e escolher um título e ter acesso a um direito. A leitura é um direito e essa presença do Governo, com essas iniciativas, visa garantir esse direito para todos. O olhar para eles é muito importante porque significa a formação de leitores para o hoje e para o amanhã”, frisou Flávio Dino.

A iniciativa do deputado Marco Aurélio, com o apoio do Governo do Estado, de elaboração e criação do “Vale-Livro”, teve início ainda na 13ª edição do evento. O sucesso foi tamanho, que o recurso em 2016 dobrou. “Ano passado tivemos a enorme satisfação de poder proporcionar esta alegria para milhares de crianças, dando a elas a oportunidade de adquirir livros e materiais, como forma de incentivo à leitura. Nada mais justo que ampliar e levar essa oportunidade para ainda mais jovens. Este ano foram R$ 200 mil que beneficiarão 10 mil alunos da rede pública de Imperatriz e região, onde alcançaremos alunos do ensino fundamental e médio”, explicou o parlamentar.

Polícia apreende meia tonelada de maconha em São Luís



A Polícia Civil apreendeu, na madrugada deste sábado (3), meia tonelada de maconha que estavam escondidas em uma casa no bairro do Cohatrac, em São Luís. A droga, segundo a polícia, abasteceria pontos de vendas de drogas da capital e do interior. O entorpecente veio do Paraguai e está avaliado em R$ 2 milhões. Quatro pessoas foram presas e um menor apreendido na ação.
Os presos foram identificados como Luana Fernanda Soares, de 22 anos; Jhon Robert Aguiar da Silva, de 18 anos; Evandro Rodrigues Fonseca Araújo, de 21 anos; e o taxista Walmir Reis Pinheiro, de 35 anos.Todos os criminosos foram levados para a sede da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), no Bairro de Fátima, e, autuados em flagrante por tráfico e associação ao tráfico.
Segundo a polícia, o bando estava sendo monitorado há seis meses por suspeita de fazer parte de uma quadrilha internacional de traficantes de drogas.
Durante as investigações, os criminosos alugaram a residência no Cohatrac, no valor de R$ 1.500, para servir de base das ações ilegais. “Eles utilizavam o taxista Walmir Reis para fazer as entregas da droga aos traficantes da capital como uma forma de despistar a polícia”, afirmou o delegado Thiago Bardal, titular da Seic.

A prisão dos criminosos aconteceu após denúncia anônima sobre um carregamento de drogas que chegaria durante a noite de sexta-feira (2). (Jornal Pequeno)

sábado, 3 de dezembro de 2016

Região Metropolitana, Baixada e Norte são beneficiadas com 107 km de asfalto



O programa ‘Mais Asfalto’, realizado pelo Governo do Estado em parceria com os municípios, beneficiou mais de 300 km de ruas e avenidas beneficiando 28 cidades nesta segunda etapa. São ações de pavimentação urbana executadas em todas as regiões do estado, que beneficiam milhares de pessoas, facilitando a mobilidade e melhorando as condições de ruas e avenidas. Nessas obras, da segunda etapa do Mais Asfalto, o Governo do Estado investiu R$ 79 milhões.
Nas regiões Metropolitana, Itapecuru e Baixada, estão sendo beneficiados, com as obras os municípios de São Luís, Raposa, Paço do Lumiar, Anajatuba, Bacabeira, Santa Helena e Cantanhede. São 107,26 km de novas vias nas sete cidades. Em Paço do Lumiar, foram asfaltadas ruas na área urbana e rural. Bairros como Maiobão, Tambaú e Lima Verde receberam obras. A dona de casa Anabel Alves, que mora no Tambaú, elogia a recuperação da Avenida 1. “Estava muito ruim aqui, quando a gente saía de casa era com o pé dentro da lama e agora está ótimo porque ajeitaram a rua”, afirma.

Executado pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), o Mais Asfalto tem a parceria das prefeituras na escolha das ruas contempladas e no acompanhamento das ações contratadas. Em São Luís, foram 29 quilômetros de pavimentação só em vias do Centro, além de outros 35 km em bairros como Vila Luizão, Santa Cruz e São Cristóvão. Na Raposa, foram 10 km de asfalto, sendo 3 km na avenida principal, que liga a Rodovia MA-203 à orla, principal atrativo para o turismo no município.

Flávio Dino participa da entrega do Selo Unicef à 42 municípios

Governador Flávio Dino durante participação da entrega do Selo Unicef, no 
Palácio Henrique de La Rocque. Foto: Gilson Teixeira/Secap

Por executar e fortalecer políticas públicas e ações que melhoram a qualidade de vida de crianças e adolescentes maranhenses, 42 cidades do estado receberam a certificação do projeto ‘Selo Unicef Município Aprovado’, edição 2013/2016. O governador Flávio Dino participou da cerimônia de diplomação, na tarde desta sexta-feira (2), no Palácio Henrique de La Rocque, onde reiterou o compromisso do Governo do Estado em garantir ações integradas nas áreas de saúde, educação, proteção e assistência social para crianças e adolescentes, respeitando-as como prioridade absoluta, como preconiza a Constituição Federal.
O governador garantiu que a parceria com o Unicef seguirá, em reconhecimento ao importante papel desenvolvido mundialmente pela instituição, de excelência no trabalho de assessoria, de apoio, de reconhecimento de políticas públicas. “O selo Unicef cumpre um papel muito importante e simbólico de reconhecimento aqueles gestores que cumpriram com seus objetivos, ao mesmo tempo que serve de estímulo para que outros gestores, no caso dos 217 municípios recém eleitos, assim como o Governo do Estado, prossigam nesse caminho de universalização de políticas públicas, de melhoria dos indicadores sociais, de combate à pobreza e à desigualdade com foco na infância e adolescência, como nós estamos fazendo, para que com isso nós possamos cada vez mais propiciar dignidade e qualidade de vida para maranhenses”, ressaltou Flávio Dino.



O ‘Selo Unicef Município Aprovado’ é uma certificação internacional concedida pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) que reconhece avanços reais e positivos para a vida de crianças e adolescentes que resultaram do esforço de municípios, por meio de políticas públicas que promovem, protegem e asseguram direitos de meninos e meninas. Nesta edição, no Maranhão, 150 municípios iniciaram o processo, em 2013, 71 terminaram e 42 deles foram premiados. O representante do Unicef no Brasil, Gary Stahl, explica que aqueles que receberam o selo são aqueles que melhoraram mais rapidamente a situação das crianças e adolescentes no município, não necessariamente os que eliminaram os indicadores negativos.
“Serve de incentivo, um prêmio internacional pela melhoria dentro do município. Os dois indicadores que se destacam nessa edição aqui no Maranhão é a queda na taxa de mortalidade infantil, que estamos muito felizes de ver, uma queda muito forte, e a queda também na taxa de distorção idade-série, que é aquele adolescente que tem 16 anos e está estudando com crianças de 12 anos”, relatou Gary Stahl.
Para receber o Selo Unicef, foram avaliados três eixos: impacto social, gestão de políticas públicas e participação social. Nesta edição, foi dado destaque a diminuição da taxa de mortalidade infantil, redução da distorção idade-série, diminuição da desnutrição em crianças menores de dois anos. Nas ações de mobilização social os municípios também se destacam pelos esforços no combate ao mosquito Aedes Aegypti.
Além de avaliar, o Unicef acompanha todos os municípios integrantes do programa ao longo dos quatro anos. “No primeiro ano, o município conta com todas as lideranças, prefeitos e secretários, fazendo uma linha de base de indicadores, e eles fazem um plano de quatro anos apontando quais serão as prioridades, os problemas graves que eles querem realmente enfrentar. Oferecemos capacitação, duas vezes ao ano e acompanhamento técnico e com os indicadores. No final vemos quem melhorou mais rapidamente”, explicou Gary.

O município de Pastos Bons teve melhora significativa no setor. A prefeita Iriane Gonçalo ressalta que foi preciso um esforço colaborativo para que a situação da infância e adolescência melhorasse na cidade. “As crianças são o futuro, a gente tem que ter um olhar focado nelas, principalmente na primeira infância, que a gente sabe que é daí que vamos colher os frutos. Em Pasto Bons investimos bastante na primeira infância, fazemos acompanhamento, temos uma equipe boa que foi fundamental. O caminho é esse”, apontou a prefeita.
A iniciativa conta com a parceria dos governos estaduais, da Organização Não Governamental Escola de Formação de Governantes do Maranhão e o Instituto Peabiru, e o apoio da Cemar, Celpa, Energisa, Laboratório Aché e Neve.

Os municípios maranhenses contemplados foram: Açailândia, Afonso Cunha, Alto Parnaíba, Araioses, Bacabal, Bacabeira, Balsas, Barão de Grajaú, Barreirinhas, Buriti Bravo, Buriticupu, Caxias, Cedral, Chapadinha, Codó, Coelho Neto, Coroatá, Estreito, Governador Eugênio Barros, Humberto de Campos, Imperatriz, Itapecuru Mirim, Nina Rodrigues, Nova Iorque, Paraibano, Pastos Bons, Paulo Ramos, Pedreiras, Pinheiro, Pio XII, Porto Franco, Presidente Vargas, Rosário, São Domingos do Maranhão, São João do Sóter, São João dos Patos, São José de Ribamar, Sucupira do Riachão, Timon, Trizidela do Vale, Urbano Santos e Vargem Grande.

ANS suspende a comercialização de 69 planos de saúde




A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) vai suspender por pelo menos três meses a comercialização de 69 planos de saúde de 11 operadoras a partir de sexta-feira (9). A medida é uma punição devido a reclamações relativas à cobertura assistencial, como negativas e demora no atendimento,recebidas no 3º trimestre de 2016.
Juntos, os planos de saúde suspensos têm cerca de 692 mil beneficiários. Estes clientes não são afetados pela punição, pois a intenção da ANS é que as operadoras melhorem os serviços prestados aos atuais beneficiários para só então começarem a oferecer serviço a novos clientes. O levantamento das reclamações é feito a cada três meses. A medida levou em consideração 13.956 reclamações recebidas no período de 1° de julho a 30 de setembro.

Das 11 operadoras com planos suspensos, uma já tinha recebido esta punição no período anterior, nos meses de abril, maio e junho, e dez não constavam na última lista. Enquanto isso, oito operadoras poderão voltar a comercializar 22 produtos que estavam impedidos de serem vendidos.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Atrações culturais movimentam a programação do ‘Natal de Todos’ no final de semana




Serão onze dias de programação artístico cultural com apresentação de concertos, espetáculo de teatro infantil, cantata natalina, dança contemporânea, shows e orquestra. 
Onze dias de programação artístico cultural com apresentação de concertos, espetáculo de teatro infantil, cantata natalina, dança contemporânea, shows e orquestra serão oferecidos durante o ‘Natal de Todos’, promovido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur) e patrocínio da Companhia Energética do Maranhão (Cemar).
As festividades serão realizadas até 22 de dezembro em vários pontos de São Luís, com entrada franca. No Palácio dos Leões, Centro Histórico de São Luís, as atrações acontecerão às sextas-feiras. Na Praça da Lagoa da Jansen e no Espigão da Ponta D’areia, pontos turísticos da cidade, aos sábados e domingos. E a tradicional Cantata Natalina na escadaria da Catedral da Sé no último dia.
Palácio dos Leões
Nesta sexta-feira (2), o espaço montado em frente ao Palácio dos Leões contará com a presença do Papai Noel levando alegria para as crianças, fotos, presépio, luzes e cores movimentando a noite com o ânimo do clima natalino.
Outro destaque da noite de sexta-feira, a partir das 19h, é o show ‘Fé na Vida’, do cantor e compositor Emanuel de Jesus, que promete encher de sonoridade o Palácio dos Leões. O artista levará para o público um repertório diversificado, marcado pelo samba, chorinho, bumba-meu-boi e baião, acompanhado de banda formada pelos músicos Jayr Torres (guitarra, violão e direção musical), Marcos Cliff (teclado), Carlos Raqueth (baixo) e Fleming Bastos (bateria).
Neste sábado (3) e domingo (4) a Praça da Lagoa da Jansen e o Espigão da Ponta D’Areia também estão com programação especial reforçando a atmosfera natalina.
Praça da Lagoa
A Praça da Lagoa da Jansen recebe neste sábado (3), a partir das 19h, a chegada do Papai Noel e a apresentação de ballet pela Companhia de dança Olinda Saul. Logo depois o grupo Cambalhotas faz a alegria das crianças com o espetáculo infantil ‘Os Saltimbancos’, musical bastante conhecido e que será encenado com bonecos e cortejo inicial utilizando bordões de grandes palhaços brasileiros. A programação nesse dia encerra com o show infantil da banda Unidunitê.
No domingo (4), na Praça da Lagoa a criançada poderá contar com a presença do Papai Noel, as tradicionais sessões de fotos e distribuição de doces, além de uma oficina de leitura organizada pela Biblioteca Pública Benedito Leite.
Espigão Costeiro


Já a programação musical do Espigão da Ponta D’Areia, neste sábado (3) terá show de voz e violão com o cantor Roberto Ricci animando o fim de tarde com um repertório de músicas maranhenses e ritmos do bumba meu boi e tambor de crioula.
Neste domingo (4) a apresentação é da cantora Rosa Guedes que levará para o público sucessos da música popular brasileira e maranhense além de canções natalinas. Músicas como Tem que Queira e Cocada, do compositor maranhense Antônio Vieira, Telegrama e Lenha, de Zeca Balero, e Terra de Noel de Josias Sobrinho, estão no repertório da artista para este fim de semana no Espigão Costeiro.
Programação Fim de Semana:
Palácio dos Leões

02/dez
17h às 20h Presença do Papai Noel 
19h Show “Fé na Vida”, com Emanuel de Jesus

Praça da Lagoa

03/dez 
19h Chegada do Papai Noel e apresentação de ballet (CIA Olinda Saul)
19h15 Espetáculo infantil teatro de Bonecos: Os Saltimbancos
20h Show infantil com a Banda Unidunitê
04/dez
17h às 19h Presença do Papai Noel


Espigão da Ponta D’areia

03/dez 
17h30 Show com Roberto Ricci
04/dez
17h30 Show com Rosa Guedes

‘Os médicos afirmam que voltará ao futebol’, diz pai do zagueiro Neto, da Chapecoense

Extra.com


O pai do zagueiro Hélio Neto demonstrou todo o otimismo de ver o filho voltar aos gramados. O atleta é um dos seis sobreviventes da tragédia com a Chapecoense, que matou 71 pessoas após a queda do avião com a delegação e jornalistas, na Colômbia, na madrugada de terça-feira. Helam Marinho Zampier publicou uma mensagem em seu Facebook e informou que os médicos colombianos disseram que o atleta voltará a jogar futebol.
“Venho informar com muita satisfação e felicidade que meu filho está cada vez melhor. Acaba de fazer cirurgia na perna e médicos afirmam que voltará ao futebol. Agradeço as orações e continuemos com elas, pois ainda precisamos de confirmações e alta para poder vê-lo de perto e tenho que dominar minha ansiedade, que é muita”, escreveu na noite de quinta-feira.

Na manhã desta sexta-feira, o pai do zagueiro pediu para as pessoas compreenderem o fato de ele não atender telefonemas, porque vive um momento complicado na vida. Zampier ainda falou para que os círculos de orações sejam mantidos para o seu filhos, os demais sobreviventes e as famílias das vítimas da tragédia da Chapecoense.
“As notícias cada vez mais nos dão esperança e alimentam nossa fé. Estamos agradecendo a todos pelo carinho, pelas orações, e falar que, às vezes, estamos impossibilitados de atender telefones, porque são muitas as ligações e fica difícil dar retorno nelas, Nos desculpem e compreendam, pois não estamos acostumados com a situação e pedimos que continuem as orações, inclusive para os outros sobreviventes e aos familiares dos que se foram. Obrigado e Jesus os abençoe sempre”, escreveu.

Além de Neto, também são sobreviventes do acidente com o avião que transportava 77 pessoas os jogadores Alan Ruschel (lateral) e Jackson Follmann (goleiro), o jornalista Rafael Henzel e os comissários de bordo bolivianos Erwin Tumiri e Ximena Suárez.