Banner

Banner

domingo, 22 de julho de 2018

Maranhão é o 3º Estado que mais cria empregos com carteira assinada em todo o Brasil

Do site Página 2



O Maranhão criou em junho 2.807 empregos com carteira assinada, de acordo com dados do Caged, do Ministério do Trabalho. Foi o melhor mês de junho em sete anos para o Estado.
Foi também o melhor desempenho em todo o Nordeste. E o terceiro melhor em todo o Brasil, atrás apenas de Minas Gerais e Mato Grosso.
Além disso, o Maranhão também destoa da média nacional. Levando em consideração todo o país, foram cortadas 661 vagas. Ou seja, enquanto o Brasil demite, o Maranhão contrata.
O setor que mais contribuiu para a geração de emprego em junho no Maranhão foi a Indústria de Transformação, seguida pela Agropecuária.
O Maranhão tem adotado diversos incentivos para atrair empresas e melhorar a produção. Isso vem resultado em empregos, como mostra o Ministério do Trabalho

Artigo de Flávio Dino: Segurança Pública, um trabalho sério




Enfrentar a criminalidade exige seriedade, comprometimento e soluções eficientes. É o que temos feito no Maranhão, com resultados visíveis e objetivos, a exemplo da retirada de São Luís da lista das 50 cidades mais violentas do mundo, bem como do controle do caos que havia na Penitenciária de Pedrinhas.
Numa escala comparativa entre os anos de 2014 e 2017, os homicídios caíram 40,6% na Grande São Luís. Em 2018, obtivemos resultado ainda mais enfático, chegando a 57% de redução desse crime no primeiro semestre, se comparado ao mesmo período de 2014 (governo passado). Esse e outros dados mostram o avanço do Pacto pela Paz, que lançamos em 2015.
Um trabalho árduo foi feito até aqui e segue em execução constante para que consigamos diminuir ainda mais a criminalidade. Agi segundo o entendimento que sempre defendi, de que o governante não deve eximir-se da responsabilidade diante dos problemas mais difíceis. Por isso, estabeleci uma rotina de reuniões junto à cúpula da Segurança para acompanhar e avaliar pessoalmente o planejamento, as ações e os resultados obtidos com uma nova postura.
Apostamos na capacidade resolutiva de nossas corporações, que passaram a ser valorizadas e ampliadas ao longo desses três anos e meio. Já em 2015, nomeei 1.000 novos policiais para o enfrentamento do crime nos locais de maior incidência. Entre militares, bombeiros e civis, são mais 3.535 novos homens e mulheres nomeados para o sistema de segurança em nossa gestão. No mesmo sentido, concedemos mais de 8 mil promoções na carreira militar.
Melhoramos também as condições de trabalho, tanto quanto possível até aqui, diante da grave crise econômica dos últimos anos. Hoje, o Maranhão conta com 1.078 novas viaturas e aparelhamento modernizado para a atuação policial nas ruas. A nossa capacidade de atendimento foi fortalecida com a instalação do Instituto de Genética Forense, da Casa da Mulher Brasileira e das novas superintendências da Polícia Civil, somando em inteligência e efetividade nas ações policiais.
Com esse entendimento, o Maranhão foi capaz de superar uma das mais graves crises penitenciárias da história do país. Lugar que já foi cenário de vergonhosas barbáries noticiadas mundialmente, a penitenciária de Pedrinhas passou por um processo de reorganização e, em nosso governo, tivemos uma redução de 97% dos homicídio intramuros. Além disso, levamos maior possibilidade de ressocialização, com educação e trabalho para os apenados.
Para somar-se a tudo isso, na próxima quarta-feira, nomearei mais 1.214 policiais militares para reforçar a Segurança Pública. Todos eles passaram por concurso e treinamentos para contribuírem com a expectativa de redução ainda maior da violência. O Maranhão vai, assim, vencendo o medo e, passo a passo, edificando a Paz.

sexta-feira, 20 de julho de 2018

Mais famílias serão contempladas com moradia própria; Edivaldo anuncia novo cadastro habitacional


As inscrições começam na quarta-feira (25) e encerram dia 8 de agosto. O primeiro sorteio deve acontecer 15 dias após o encerramento.


No mesmo dia em que realizou a entrega de 448 imóveis dos residenciais Piancó III e IV, no Itaqui-Bacanga, o prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) anunciou, nesta quinta-feira (19), o novo Cadastro Habitacional de Interesse Social, com base de dados para seleção de interessados na aquisição de unidades do “Minha Casa, Minha Vida” e outras políticas habitacionais da Prefeitura de São Luís.
Desde o seu primeiro mandato, o prefeito tem se empenhado para reduzir o déficit habitacional em São Luís, problema enfrentado nacionalmente. Com as entregas desta quinta no Piancó, a gestão Edivaldo atinge a marca de cerca de 15 mil imóveis já entregues, beneficiando mais de 55 mil famílias. Outras sete mil moradias estão em fase de obras.
Para que se continue avançando na política habitacional da capital, o prefeito anunciou o novo Cadastro Habitacional de Interesse Social. A ferramenta será uma nova base de dados que servirá para posterior seleção de candidatos que busquem aquisição de unidades habitacionais. As inscrições começam na quarta-feira (25) e encerram dia 8 de agosto. O primeiro sorteio deve acontecer 15 dias após o encerramento.
MODERNIZAÇÃO
Diferente do anterior, manual, o novo cadastro passa a ser todo on-line, feito por meio do portal da Prefeitura de São Luís, no endereço www.saoluis.ma.gov.br. A renovação evita filas que costumam ocorrer durante os processos de inscrições nesses programas, trazendo mais dignidade e comodidade aos interessados, e traz mais celeridade ao processo, uma vez que o banco de dados em uso é de 2009 e, portanto, obsoleto por ter os registros arquivados ainda em papel. 
O cadastramento seguirá normas do programa “Minha Casa, Minha Vida” e critérios estabelecidos pelo Ministério das Cidades. Os candidatos às unidades habitacionais terão que preencher requisitos básicos estabelecidos, como idade superior a 18 anos, renda familiar inferior a R$ 1.800,00 mensais e que não tenha imóvel em seu nome.
Com o novo formato, a expectativa é que as pessoas tenham mais fácil e rápido acesso ao benefício. O cadastro também possibilitará que a Prefeitura realize um levantamento quantitativo da necessidade de moradias em São Luís, direcionando projetos habitacionais.
Com a política habitacional executada pelo prefeito Edivaldo, pela primeira vez famílias que residiam em áreas de risco, aluguel social ou em alguma situação similar foram beneficiadas. Além das novas habitações, Edivaldo vem também dando condições plenas de moradia com a construção de equipamentos sociais como escolas, postos de saúde, creches e áreas de lazer. Os beneficiados também recebem apoio por meio do Trabalho Técnico-Social, oferecendo orientação e capacitação.

Corpos de irmãs que se afogaram no rio Mearim são encontrados




Foram encontrados os corpos das irmãs Maria da Conceição Costa Lima, de 14 anos, e Maria Vitória Costa Lima, de 10 anos. Elas se afogaram no rio Mearim, em Trizidela do Vale, a 278 km de São Luís. O caso aconteceu por volta das 17h desta quinta-feira (19).
De acordo com o subtenente Rogério dos Anjos Sousa, da 13ª Companhia Independente dos Bombeiros, o afogamento aconteceu após Maria Vitória ter caído em um buraco. O rio não está em período de cheia, mas possui locais fundos devido a retirada de pedras e areia do leito.
“Eram três meninas e a tia banhando perto da ponte quando a mais nova, a Vitória, escorregou no buraco. A irmã dela, Maria da Conceição, tentou segurar na mão dela e a terceira, a prima, pegou na mão da Maria da Conceição. Mas as duas irmãs escapuliram e não teve mais como serem resgatadas por populares que estavam lá pescando”, afirmou.
Durante a quinta-feira (9), moradores da região acionaram o Corpo de Bombeiros e procuraram as meninas, mas elas não foram encontradas. Nesta sexta-feira (20), o Corpo de Bombeiros informou que os dois corpos foram encontrados nas proximidades do bairro Matadouro, às 14h e às 16h.
(G1 MA)

A corrupção que deixa políticos sem sobrenome

JM Cunha Santos


Leio a notícia e estou aqui relembrando cenas do filme “A lei é para todos”: A Polícia Federal nos corredores do Hotel Luzeiros, em São Luís, a tentativa de fuga do doleiro Alberto Youssef e... a mala, a mala com R$ 3 milhões que sumiu, dinheiro que, segundo as investigações, seria destinado à então governadora Roseana Sarney, com envolvimento de uma Procuradora e do Chefe da Casa Civil, João Abreu, em troca de pagamento de um precatório da UTC Constran.
Cenas do filme e estava desencadeada, a partir do Maranhão, a maior operação de caça aos corruptos da história do Brasil.
E entendo que alguém com um sobrenome manchado assim não possa usá-lo para pedir votos.
Outras imagens, fotos, vem à minha mente: o ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad, é conduzido coercitivamente pela Polícia Federal para prestar depoimento, sob a acusação de desviar mais de R$ 1 bilhão daquela Secretaria. Nas redes sociais, o povo se vinga epitetando o ex-secretário com os adjetivos mais agravados às pessoas desonestas.
E entendo que alguém com um sobrenome manchado assim não queira usá-lo para pedir o voto da população.
Depois são helicópteros. Helicópteros da Secretaria da Saúde, destinados ao transporte de pacientes em estado crítico e ao lado das máquinas milionárias, posando em plena campanha eleitoral, a deputada Andrea Murad. E novos epítetos, de doentes e saudáveis, disparam nas redes sociais.
E entendo que alguém com um sobrenome tão cruel assim não queira usá-lo para pedir votos ao povo.
De repente, é como se caíssem em minhas mãos exemplares de todas as revistas de circulação nacional, como Veja, Época, Isto É, jornais como “Folha de São Paulo e “O Estado de São Paulo”, falando, ao mesmo tempo, sobre a gravação que Sérgio Machado, da Transpetro, fez com o ex-senador José Sarney em torno de propinas que teriam rendido R$ 18 milhões ao velho cacique da política maranhense.
E compreendo que se algum pudor tivessem, uma nesga sequer de respeito pelo povo, nem sequer seriam candidatos.

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Família Sarney esconde sobrenome para disputar eleições no Maranhão

O trio Roseana Sarney, Ricardo Murad e Andrea Murad viraram apenas Roseana. Ricardo e Andrea


A família Sarney, bem conhecida da política do Maranhão, ainda mostra a cara, mas agora esconde o sobrenome. Após sucessivos escândalos, denúncias e governos ruins envolvendo o clã, o sobrenome desapareceu das peças das campanhas eleitorais.
Outro sobrenome que já foi de prestígio e também anda desaparecido das campanhas eleitorais é o da família Murad.
Posto isso, o trio Roseana Sarney, Ricardo Murad e Andrea Murad viraram apenas Roseana. Ricardo e Andrea.
A recomendação foi feita pelo marketing eleitoral do trio para tentar tirar o peso negativo da oligarquia, o que se reverte em alta rejeição do eleitorado.
Há quem duvide que a estratégia dê certo, pois a fachada do trio é bem conhecida e ligada aos seus respectivos sobrenomes. E, de mais a mais, todas as pesquisas indicam que o atual governador Flávio Dino seja reeleito já no primeiro turno.

Presos no Maranhão novos suspeitos de participar de quadrilha de clonagem de WhatsApp




A Polícia Civil do Maranhão prendeu na tarde desta quarta-feira (18), na zona rural da cidade de São Vicente de Férrer, Erick Raphael dos Reis Teixeira e Ivanilde Nogueira Amaral. Os dois estavam foragidos e são suspeitos de fazer parte de uma quadrilha especializada em clonar linhas de telefone móveis através do aplicativo Whatsapp e que fez autoridades dos Poderes Legislativo e Executivo como vítimas.
De acordo com a polícia, o bando clonava as linhas telefônicas, se passavam pelas autoridades e pediam dinheiro aos contatos salvos no chip. Eles alegavam que tinham seu limite de transferência bancário excedido e solicitavam que a pessoa da lista de contatos fizesse uma transferência complementar para uma conta dada pelo falsário.
Em alguns casos os golpistas encaminhavam boletos a serem pagos pelas vítimas, que acreditavam estar fazendo um favor. Os suspeitos clonaram os aparelhos da governadora do estado do Paraná, Maria Aparecida Borghetti, além de vários deputados federais, estaduais e Ministros de Estado.
Em março deste ano, os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Carlos Marun (Secretaria de Governo) e o ex-ministro Osmar Terra (Desenvolvimento Social), todos do MDB, tiveram os telefones fraudados e pediram investigação policial sobre o caso.
Segundo os relatos dos ministros, mensagens foram enviadas aos contatos deles por meio do aplicativo WhatsApp com pedidos de depósitos bancários. A organização criminosa também aliciava laranjas para abrir contas e receber as transferências bancárias da lista de contatos das vítimas.
Outras prisões
A operação desta quarta (18) foi em continuidade da Operação Fraud, deflagrada na terça (17), e que prendeu em São Luís quatro suspeitos de integrar a quadrilha que aplicava golpes pelo aplicativo Whatsapp.
Dentre eles estava Leonel Silva Pires Júnior, que seria o chefe da organização. Segundo a polícia, ele teria utilizado a sua empresa para conseguir chips e trocar. Leonel cancelava o chip real e resgatava no chip normal.
(G1 MA)

Artigo do Lula na Folha de S.Paulo: Afaste de mim este cale-se

Querem impedir que o povo escolha em quem votar?

Por Luiz Inácio Lula da Silva*


Estou preso há mais de cem dias. Lá fora o desemprego aumenta, mais pais e mães não têm como sustentar suas famílias, e uma política absurda de preço dos combustíveis causou uma greve de caminhoneiros que desabasteceu as cidades brasileiras. Aumenta o número de pessoas queimadas ao cozinhar com álcool devido ao preço alto do gás de cozinha para as famílias pobres. A pobreza cresce, e as perspectivas econômicas do país pioram a cada dia.
Crianças brasileiras são presas separadas de suas famílias nos EUA, enquanto nosso governo se humilha para o vice-presidente americano. A Embraer, empresa de alta tecnologia construída ao longo de décadas, é vendida por um valor tão baixo que espanta até o mercado.
Um governo ilegítimo corre nos seus últimos meses para liquidar o máximo possível do patrimônio e soberania nacional que conseguir —reservas do pré-sal, gasodutos, distribuidoras de energia, petroquímica—, além de abrir a Amazônia para tropas estrangeiras. Enquanto a fome volta, a vacinação de crianças cai, parte do Judiciário luta para manter seu auxílio-moradia e, quem sabe, ganhar um aumento salarial.
Semana passada, a juíza Carolina Lebbos decidiu que não posso dar entrevistas ou gravar vídeos como pré-candidato do Partido dos Trabalhadores, o maior deste país, que me indicou para ser seu candidato à Presidência. Parece que não bastou me prender. Querem me calar.
Aqueles que não querem que eu fale, o que vocês temem que eu diga? O que está acontecendo hoje com o povo? Não querem que eu discuta soluções para este país? Depois de anos me caluniando, não querem que eu tenha o direito de falar em minha defesa?
É para isso que vocês, os poderosos sem votos e sem ideias, derrubaram uma presidente eleita, humilharam o país internacionalmente e me prenderam com uma condenação sem provas, em uma sentença que me envia para a prisão por “atos indeterminados”, após quatro anos de investigação contra mim e minha família? Fizeram tudo isso porque têm medo de eu dar entrevistas?
Lembro-me da presidente do Supremo Tribunal Federal que dizia “cala boca já morreu”. Lembro-me do Grupo Globo, que não está preocupado com esse impedimento à liberdade de imprensa —ao contrário, o comemora.
Juristas, ex-chefes de Estado de vários países do mundo e até adversários políticos reconhecem o absurdo do processo que me condenou. Eu posso estar fisicamente em uma cela, mas são os que me condenaram que estão presos à mentira que armaram. Interesses poderosos querem transformar essa situação absurda em um fato político consumado, me impedindo de disputar as eleições, contra a recomendação do Comitê de Direitos Humanos das Nações Unidas.
Eu já perdi três disputas presidenciais —em 1989, 1994 e 1998— e sempre respeitei os resultados, me preparando para a próxima eleição.
Eu sou candidato porque não cometi nenhum crime. Desafio os que me acusam a mostrar provas do que foi que eu fiz para estar nesta cela. Por que falam em “atos de ofício indeterminados” no lugar de apontar o que eu fiz de errado? Por que falam em apartamento “atribuído” em vez de apresentar provas de propriedade do apartamento de Guarujá, que era de uma empresa, dado como garantia bancária? Vão impedir o curso da democracia no Brasil com absurdos como esse?
Falo isso com a mesma seriedade com que disse para Michel Temer que ele não deveria embarcar em uma aventura para derrubar a presidente Dilma Rousseff, que ele iria se arrepender disso. Os maiores interessados em que eu dispute as eleições deveriam ser aqueles que não querem que eu seja presidente.
Querem me derrotar? Façam isso de forma limpa, nas urnas. Discutam propostas para o país e tenham responsabilidade, ainda mais neste momento em que as elites brasileiras namoram propostas autoritárias de gente que defende a céu aberto assassinato de seres humanos.
Todos sabem que, como presidente, exerci o diálogo. Não busquei um terceiro mandato quando tinha de rejeição só o que Temer tem hoje de aprovação. Trabalhei para que a inclusão social fosse o motor da economia e para que todos os brasileiros tivessem direito real, não só no papel, de comer, estudar e ter moradia.
Querem que as pessoas se esqueçam de que o Brasil já teve dias melhores? Querem impedir que o povo brasileiro —de quem todo o poder emana, segundo a Constituição— possa escolher em quem quer votar nas eleições de 7 de outubro?
O que temem? A volta do diálogo, do desenvolvimento, do tempo em que menos teve conflito social neste país? Quando a inclusão dos pobres fez as empresas brasileiras crescerem?
O Brasil precisa restaurar sua democracia e se libertar dos ódios que plantaram para tirar o PT do governo, implantar uma agenda de retirada dos direitos dos trabalhadores e dos aposentados e trazer de volta a exploração desenfreada dos mais pobres. O Brasil precisa se reencontrar consigo mesmo e ser feliz de novo.
Podem me prender. Podem tentar me calar. Mas eu não vou mudar esta minha fé nos brasileiros, na esperança de milhões em um futuro melhor. E eu tenho certeza de que esta fé em nós mesmos contra o complexo de vira-lata é a solução para a crise que vivemos.

Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente da República (2003-2010), texto publicado originalmente aqui.*

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Reconhecimento nacional e popular

Por Robson Paz


Três levantamentos do Portal G1, da Consultoria Arko Advice e do Portal Poder 360 divulgados, nos últimos dias, colocam o governador Flávio Dino como o mais eficiente e entre os cinco governadores mais bem avaliados e favoritos à reeleição em primeiro turno no país.
Reconhecimento nacional manifesto no cotidiano pela população:
“Este é o Brasil que a gente quer, que olhe para comunidades como a nossa”, Maria da Luz Rodrigues dos Santos, moradora de Santo Amaro.
“Hoje eu conheci a nova escola, com salas super organizadas e adequadas para nosso ensino. Vai ser muito bom, a estrutura está ótima! Nós estávamos precisando muito, nota dez para essa infraestrutura!”, Alice Martins, aluna do Núcleo de Educação Integral em Vargem Grande.
“Tá com 50 e poucos anos que eu escuto sobre isso, sobre essa ponte. Eu ouvia dizer que ia ter uma ponte, mas era só promessa que tinha. Agora vai sair”, Raimundo Almeida, 75 anos, morador de Bequimão.
“Diante da crise que o Brasil inteiro sofre, quando se pensava em demitir, a gente contratou novos profissionais. Tudo isso devido à demanda para produção de fardamento. Mantivemos a equipe anterior e realizamos novas contratações fixas e temporárias”, microempresária Maria dos Milagres Sousa Moreira Aquino.
“Salvaram a minha vida”, tratorista Eudes Rodrigues de Sousa, de 54 anos, paciente do Hospital Regional Dra. Laura Vasconcelos, em Bacabal.
“É um ganho muito importante para todos nós”, lavrador José Antônio sobre inauguração de hospital em Cajari.
“Agora que tem ela grátis, posso usar a internet todo dia, é melhor ainda”, Railson Bispo, 29 anos, morador de Rosário.
“Só o nome já diz tudo, é digno. O Rua Digna nos tira da lama e do buraco, ele valoriza e faz nosso bairro ser mais visto. Se não fosse o Rua Digna, a minha casa teria sido engolida por um buraco que tomava conta de toda a minha rua. Peço a Deus que esse programa nunca se acabe”, líder comunitária Maria Santana Rocha, da Vila São Domingos, Santa Barbara.
“Durante minha gravidez, a Maternidade Nossa Senhora da Penha foi minha segunda casa”, Lucielle Costa.
“Foi uma excelente oportunidade que todos nós tivemos. Quando viemos para o Iema percebemos que a estrutura dele é totalmente diferente das outras escolas. Muitas vezes o que incentiva a gente estudar não é só o método de ensino é, também, a estrutura, pois isso motiva a gente a estudar, a querer mais”, estudante Marta Vitória, Instituto de Educação, Ensino e Tecnologia (Iema) de Axixá.
“Sinto também que estou fazendo história; há muito tempo não tinha concurso para a Saúde no Maranhão e quando teve eu passei”, enfermeira Naira Sousa Araújo.
“Muda tudo, a gente sai da clandestinidade e fica legalizado com essa sanção feita pelo governador, e isso é de extrema importância para nosso trabalho, que a partir de agora vai nos dignificar ainda mais”, Antônio Carlos Gomes, repórter da Atual FM a Cabo de Santa Rita.
Dignidade, seriedade, justiça social e oportunidade, que fazem do Maranhão um estado cada vez melhor para todos!
Radialista, jornalista, Secretário adjunto de Comunicação Social e diretor-geral da Nova 1290 Timbira AM.

Plenária debate pré-candidatura de Márcio Jerry em São Luís





O presidente estadual do PCdoB e pré-candidato a deputado federal, Márcio Jerry, realiza plenária na noite desta quarta-feira (18), na capital maranhense. No encontro, um debate com apoiadores, lideranças e amigos, que serão mais uma vez ouvidos, para de forma coletiva construir eixos importantes da pré-candidatura.

Ao longo da última semana, Márcio Jerry participou de grandes atos de pré-campanha, reunindo muita gente, em diferentes regiões do estado, tendo passado por Caxias, Chapadinha, São Benedito do Rio Preto e Colinas.

O evento será às 19h desta quarta-feira (18), no Grand São Luís Hotel, centro

Flávio Dino anuncia nomeação de mais 1200 policiais militares




O governador Flávio Dino anunciou nesta terça-feira (17) a nomeação de mais 1.214 policiais para a Polícia Militar do Maranhão.
“No próximo dia 25, irei nomear mais 1.214 policiais militares para o Maranhão. E vamos seguir ampliando a Polícia e reduzindo os crimes”, escreveu o governador em sua conta nas redes sociais.
Desde 2015, foram incorporados à PM do Maranhão mais de 3.500 policiais. Com isso, o Estado passou a ter a maior tropa da história com 12 mil policiais. Também foram entregues mais de 1.000 viaturas.
Com os investimentos na segurança pública, a taxa de homicídios na Grande São Luís caiu em 40% na comparação com o ano de 2014.
São Luís deixou o ranking das 50 cidades mais violentas do mundo.

(Com informações Página2)

terça-feira, 17 de julho de 2018

Faltam Centros de Hemodiálise no Maranhão porque Roseana Sarney governou 14 anos e não resolveu o problema; Flávio Dino vai resolver

JM Cunha Santos



Nos últimos dias a TV Mirante vem batendo na mesma tecla da não construção de Centros de Hemodiálise no Maranhão pelo governo Flávio Dino. Roseana Sarney governou 14 anos e, segundo a reportagem de sua própria TV, deixou projetos e mais R$ 7 milhões para Flávio Dino construir os centros. Mas não construiu nada. E projetos podem até ter deixados, mas milhões tenho cá minhas dúvidas. Esse pessoal gosta muito de dinheiro.
Por outro lado, em manifestação na sua página no facebook, no mês de agosto de 2016, a deputada Andrea Murad dizia que R$ 13,4 milhões foram disponibilizados para construção de 7 centros de hemodiálise no interior do Estado, ou seja, foram deixados por Roseana para o governador Flávio Dino construir os centros. Outros falam de R$ 6,8 milhões. Eles não se entendem quanto aos valores, mas o fato é que a ex-governadora teve grande volume de recursos disponíveis para as obras e não fez coisa nenhuma. Querem, agora, transferir sua irresponsabilidade.
Em sua manifestação, Andrea Murad lamenta a peregrinação dos pacientes de Chapadinha, embora nunca tenha lamentado sua própria peregrinação eleitoral em helicópteros da Secretaria da Saúde destinados a doentes em fase crítica, conforme foi fotografado, filmado e denunciado no Maranhão.
Aliás, em se tratando de saúde pública, é bom não esquecer que Roseana Sarney e Ricardo Murad foram denunciados pelo Ministério Público Estadual por fraude em licitações de 64 hospitais de baixa complexidade que, por sinal, nunca serviram para nada, pelo menos na minha humilde opinião. O maranhense estaria em camisas de 11 varas se o governador Flávio Dino não tivesse construído 7 hospitais regionais, dentre outros como o de Ortopedia e Traumatologia.
A fraude detectada pelo Ministério Público, no valor de R$ 57 milhões, é dinheiro que daria para construir muitos centros de hemodiálise. Segundo o MP, empresas beneficiadas com a fraude teriam contribuído com 5 % do valor dos contratos para a campanha de Roseana Sarney.
Assim como está resolvendo o problema da saúde pública, construindo hospitais regionais, da educação com as escolas dignas e os IEMAS, da Segurança Pública com quedas nunca vistas nos índices de criminalidade, Flávio Dino também vai resolver o problema dos Centros de Hemodiálise, o que, pelo que se viu até agora, jamais aconteceria com os Sarney no governo.

Depois de Flávio Dino, até Michel Temer adianta pagamento de décimo terceiro salário


Em 2017, o jornal O Estado de São Paulo apontou o Maranhão como o segundo estado em melhor situação fiscal e a Moody’s Investors Services, uma das três maiores agências de classificação de risco de crédito do mundo, destacou a “vigorosa saúde fiscal do Maranhão”.

JM Cunha Santos


Pois é. Sucessivas vezes o governador Maranhão, Flávio Dino, driblando a crise econômica do país e todos os prognósticos desfavoráveis aos estados do Nordeste, antecipou o pagamento dos servidores públicos, injetando inesperados recursos na economia e dando suporte real aos investimentos privados e ao crescimento econômico.
É claro que muito poucos estados puderam seguir o exemplo do Maranhão, por não lograrem equilibrar as contas públicas, o que o governo Flávio Dino conseguiu vencendo o bárbaro déficit fiscal herdado de Roseana Sarney.
Ainda em 2017, o jornal O Estado de São Paulo apontava o Maranhão como o segundo estado em melhor situação fiscal no país. E a Moody’s Investors Services, uma das três maiores agências de classificação de risco de crédito do mundo, ao lado da Standard Poors e da Fitch Ratings, classificava o Maranhão como um estado de vigorosa saúde fiscal.
As últimas antecipações do pagamento dos servidores públicos feitas por Flávio Dino couberam como uma luva, pois alcançaram os dias da Copa do Mundo e dos festejos juninos no Maranhão e outros estados do Brasil. Também nesses dias, Flávio Dino antecipou o pagamento da primeira parcela do décimo terceiro e, mais uma vez, foi classificado pelo Portal G1 como melhor governador do país, pelo cumprimento de 95 % dos compromissos de campanha.
Seguindo o governo do Maranhão, o presidente mais impopular da história do país, patrono da candidatura de Roseana Sarney aqui no Estado, Michel Temer, editou decreto neste 16 de julho antecipando o pagamento da metade do décimo terceiro salário, no caso, de aposentados e pensionistas. A decisão injetará 21 bilhões na economia, conforme cálculos do governo.
Por essas e por outras, é que Flávio Dino é considerado o melhor governador do país, mesmo que a sarneyzada esteja a ponto de implodir a Rede Globo por confirmar o que já sabe todo o Brasil.

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Centro de São Luís recebe maior volume de obras de requalificação dos últimos 30 anos




O prefeito Edivaldo, a presidente do Iphan, Kátia Bogéa, e o superintendente do instituto no Maranhão, Maurício Itapary, acompanharam de perto neste sábado (14) o andamento dos serviços de requalificação do Centro de São Luís. Considerado um dos maiores investimentos de revitalização realizados na região nos últimos 30 anos, o trabalho na área segue avançando dentro do cronograma previsto. A obra tem como reflexo a preservação de importantes espaços que referenciam a capital como Patrimônio da Humanidade.
Os serviços, executados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em parceria com a Prefeitura de São Luís, contemplam as Praças Pantheon, Deodoro, as alamedas Silva Maia e Gomes de Castro, além da reforma da Rua Grande e da Praça Dom Pedro II e o seu entorno. São mais de R$ 50 milhões em investimentos somando o conjunto de serviços em andamento e as obras já entregues. 
Durante a vistoria, o prefeito Edivaldo destacou a grandiosidade do trabalho que está sendo feito na região. "O Centro Histórico de São Luís tem recebido atenção especial da nossa gestão, e essa obra de requalificação urbanística do Iphan, realizada com apoio da Prefeitura de São Luís, é um exemplo. Aqui estão sendo reformados símbolos da cidade, a exemplo das praças Deodoro, Pantheon, as alamedas Gomes de Castro e Silva Maia, a Rua Grande e a Praça Pedro II. Em breve, vamos iniciar também a reforma do Largo do Carmo, em mais uma parceria com o Iphan. Em trinta anos, esse é o maior investimento feito na recuperação do patrimônio histórico de São Luís. É uma obra muito importante para impulsionar a economia no maior centro de comércio da capital e para impulsionar o turismo na cidade. Grande legado do Iphan e da Prefeitura para São Luís", enfatizou, o prefeito Edivaldo que esteve acompanhado da primeira-dama Camila Holanda e do vice-prefeito, Júlio Pinheiro e de secretários municipais.
"São Luís é reconhecida como patrimônio mundial pela Unesco, e nossa responsabilidade como órgão de preservação é muito grande e não medimos esforços para que esse patrimônio público fosse revitalizado", reiterou a presidente do Iphan nacional, Kátia Bogéa. A intenção da obra é restituir o espaço urbanístico à cidade, em conjunto com o maior complexo comercial, que é a Rua Grande. "São obras estruturantes para melhorar as condições do Centro Histórico", reafirma Kátia Bogéa.  


O superintendente do Iphan-MA, Maurício Itapary, aponta o simbolismo da parceria na obra de requalificação do Centro e entorno. "Essa parceria Iphan e Prefeitura é extremamente proveitosa para a cidade e para a população. As obras seguem o cronograma esperado e, sem dúvidas, são de grande importância para a preservação do patrimônio histórico de São Luís. É um projeto extremamente importante para a recuperação do Centro Histórico e externo meu agradecimento à parceria da Prefeitura de São Luís", destaca.
MAIS OBRAS


A obra de requalificação urbanística da Rua Grande vai promover a recuperação das redes subterrâneas de eletricidade; drenagem profunda e esgotamento sanitário; novo conjunto de postes metálicos com iluminação de led; fiação elétrica subterrânea retirando das fachadas dos imóveis; pavimentação de toda a rua com piso de granito nas laterais, blocos intertravado no piso central e marcação de calçada, mantendo nivelamento e contemplando acessibilidade.
No projeto de reforma e restauração da Praça Dom Pedro II e seu entorno, incluindo a Avenida Pedro II e a Praça da Mãe d'Água, estão contemplados serviços como a recomposição de toda a pavimentação em pedra portuguesa; iluminação substituída e ampliada com novas instalações; mobiliário urbano e lixeiras; além de projeto paisagístico com preservação das espécies existentes e complementação com outras novas. 
A fonte luminosa da Praça da Mãe d' Água e a escultura, de autoria do maranhense Newton Sá, serão recuperadas com limpeza mecânica e química, desobstrução dos drenos de água, camada de proteção e polimento para preservar o bronze, troca de tubulações, colocação de bancos, iluminação reformulada com tom artístico e projeto paisagístico. A obra está na fase de conclusão do pavimento do perímetro da Avenida Pedro II e parte central da praça onde fica a escultura da Mãe d'Agua.
PARCERIA
A série de serviços de recuperação de áreas públicas históricas de São Luís se consolidou em 2015, com a ampla obra de recuperação da Praça da Alegria, seguindo com reformas do Teatro Artur Azevedo, Palácio Cristo Rei, Fórum Universitário (prédio dos cursos de pós-graduação em Direito da Universidade Federal do Maranhão), Casarão Tech da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).
O pacote contempla, ainda, revitalização do anexo do curso de História da Universidade Estadual do Maranhão, fachada do Solar dos Belfort (antigo Hotel Ribamar) e revitalização do Museu de Artes Visuais – estas já concluídas e inauguradas. 

domingo, 15 de julho de 2018

Artigo de Flávio Dino: O Maranhão em 1º lugar




Quando apresentei o nosso Programa de Governo em 2014, sublinhei que era imprescindível promover o encontro entre os sonhos de milhões de pessoas e uma nova forma de governar. Movidos a muita energia cívica espalhada por todo o Estado, iniciamos uma caminhada de mudança que completa três anos e meio com uma ótima notícia: pela segunda vez consecutiva, o Maranhão está liderando a lista dos estados que cumpriram o maior número de metas de governo. Elas fazem parte dos compromissos assumidos pelos governantes para serem executadas durante os quatro anos de administração. Chegamos, desta vez, a 95% das metas cumpridas, fato reconhecido pela pesquisa do portal nacional de notícias G1, que avaliou todos os governos estaduais do Brasil. No final de 2017 já havíamos alcançado esse mesmo 1º lugar.
Resultados como este, que temos recebido de outras instituições avaliadoras, são fruto do trabalho e esforços de servidores e cidadãos para construir um Maranhão melhor para todos. Em nosso governo, nos dedicamos a fazer com que a mudança política, oriunda de uma intensa mobilização, se reflita em resultados visíveis. Trazer mais segurança, educação pública e digna, saúde ao alcance de todos, mais igualdade social e combate à corrupção são os eixos de gestão que propomos e estamos colocando em prática. Como confirmou o portal G1, fazemos um governo ficha limpa, sério e eficiente. Importante destacar que outro estudo, divulgado pelo Jornal Folha de São Paulo, coloca o Maranhão como um dos estados de maior recuperação econômica em 2017, o que temos a convicção de que está se confirmando em 2018.
Continuar a mudar o Maranhão só é possível com a participação de todos – buscando unir nossos sonhos a atitudes cotidianas transformadoras. O projeto que defendemos tem sido aprovado e significa um importante passo para a conquista de mais direitos para todos os maranhenses. Ou seja, enquanto o Brasil vive um período de cortes de direitos e serviços públicos, o Maranhão está firme, na direção certa.
Nesse mandato, muita coisa mudou. Enfrentamos uma grave crise econômica em todo o país e, ainda assim, conseguimos por em prática um conjunto de políticas que vão construindo um Estado mais justo e com mais oportunidades para todos. Só pela união de fé e muito trabalho que, hoje, o Maranhão começa a ocupar o primeiro lugar em avaliações positivas. Este, sim, é o lugar em que nosso Estado deve estar.

sábado, 14 de julho de 2018

Márcio Jerry participa de atos de pré-campanha em cinco municípios



Ao longo dos próximos dias o presidente do PCdoB-MA, Márcio Jerry, participa de atos de pré-campanha à deputado federal em vários municípios maranhenses. A intenção é chegar às diversas regiões do estado, ao lado dos pré-candidatos a deputado estadual com que fará as dobradinhas e levando também a pré candidatura do governador Flávio Dino à reeleição.
“Passarei por Timon, Caxias, Chapadinha, São Benedito do Rio Preto e Colinas para apresentar a nossa pré-candidatura, para debater e ouvir população e apoiadores”, destacou Márcio.
Caxias – A agenda começa nesta sexta-feira (13), por Caxias. Ao lado do pré-candidato a deputado estadual, o ex-secretário estadual de Agricultura Familiar, Adelmo Soares, será feita a apresentação das pré-candidaturas ao leste maranhense. O ato será realizado às 19h, no Marília Eventos (Rua Senador Clodomir Cardoso, 1914, Caxias-MA).
Chapadinha – No sábado (14), será a vez de chegar à região do Baixo Parnaíba. Márcio estará em Chapadinha com a médica Thaíza Hortegal, que deverá disputar uma vaga na Assembleia Legislativa.
O ato de apresentação das pré-candidaturas será realizado na Residência do Dr. Talvane Hortegal, BR-222/Km 5, Chapadinha-MA. E deve contar com a presença do prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, e de várias lideranças políticas da região.
São Benedito do Rio Preto – Fazendo dobradinha com o deputado estadual Fábio Braga, pré-candidato a reeleição, Márcio Jerry estará em São Benedito do Rio Preto, neste domingo (15). O evento acontecerá às 15h, na residência do prefeito da cidade, Mauricio Fernandes.
Colina – Na cidade natal, Colinas, Márcio Jerry fará mais um lançamento da pré-candidatura, na segunda-feira (16). O grande ato, reunindo lideranças, apoiadores e amigos do médio sertão, será realizado no Centro de Ensino Rosa Câmara (Travessa Carlos Gomes, 100).
São Luís- Encerrando a semana de importantes eventos, Márcio Jerry realizará plenária na capital maranhense, na quarta-feira (18). A intenção é debater com apoiadores do projeto, assim como outras plenárias já organizadas, os eixos da pré-candidatura à deputado federal. O evento será as 19h, no Grand São Luís Hotel.

40 escolas em tempo integral, 13 escolas profissionalizantes, 7 hospitais regionais, 750 escolas dignas e não existia nada disso no Maranhão


São tantas obras no governo Flávio Dino, tanto acontecer do que não existia, que a gente se pergunta o que os Sarney fizeram durante 50 anos com os recursos do Maranhão.

JM Cunha Santos


E éramos apenas más notícias. Nos holofotes da mídia nacional, um entre os estados mais corruptos do país; nos pergaminhos da imprensa internacional, um magote de bárbaros decepando cabeças, esquartejando gente viva nas prisões. Essa triste imagem do Maranhão atravessava os 5 continentes do planeta, associada a conluios com corruptos e ditadores estados recorrentes de pobreza absoluta, analfabetismo crônico e indigência hospitalar.
São, hoje, 40 escolas em tempo integral – Não havia nenhuma.
São 13 escolas de ensino profissionalizante, os IEMAs – não havia uma sequer.
São 7 hospitais regionais, dentre outros, mudando por completo a noção de saúde – só existia um, construído pelo governador Jackson Lago.
São 2.500 quilômetros de asfalto, em quase 200 cidades, nas rodovias, ruas e avenidas do Maranhão.
Não havia nada disso e a gente se pergunta o que os Sarney fizeram durante 50 anos com os recursos do Maranhão, o que fez Roseana durante 16 anos governando o Estado.
Diga-se, pois, que o governo Flávio Dino está resgatando não apenas a imagem; está resgatando o próprio Maranhão que, a partir de 2015, começa a contar uma nova história: de primeiro lugar em crescimento econômico no Brasil, de melhor governo do país, entre os primeiros em geração de emprego no Nordeste, de maior volume de investimentos em segurança pública e redução ostensiva da criminalidade, de aumento sistemático da produção e da dignidade do homem do campo.
E éramos apenas más notícias em todo o tempo de mando da dinastia Sarney.

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Prefeito Edivaldo anuncia pagamento da primeira parcela do 13º salário




O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT) anunciou o pagamento da primeira parcela do 13º salário aos servidores municipais, no próximo dia 20 de julho.
Em sua conta nas redes sociais, Edivaldo afirmou a antecipação é resultado do planejamento financeiro executado pela Prefeitura e pelo compromisso com a valorização do servidor.

Mentiras, mentiras e mais mentiras: o governador da Bahia é apenas o 16º colocado no ranking portal G1


Li uma decisão judicial sobre um blogueiro que chama o governador de bandido, vagabundo, miserável e fuleiro. Daqui a pouco, jornalistas vão sentir vergonha de dizer que exercem essa profissão.

JM Cunha Santos


A população maranhense já se acostumou a ver as notícias do Sistema Mirante de Comunicação com dois pares de óculos, um para ler e outro para não acreditar. Ao Sistema se juntaram alguns Blogs, Sites e Portais. Afirmam, agora, que o governador Flávio Dino não é o que mais cumpriu promessas de campanha, conforme avaliação do portal G1, da Rede Globo, e sim o governador da Bahia, Rui Costa, do PT.
Ocorre que o governador da Bahia é apenas o 16º colocado no ranking do Portal G1 que também na aferição passada já apontava Flávio Dino como o melhor governador do país. Na verdade, o governador baiano deixou de cumprir mais de 40 % de seus compromissos e está mais para pior que para melhor governador do Brasil.
Mas porque eles foram escolher um governador que está em 16º lugar para plantar mais essa mentira e não o segundo ou terceiro colocados, o que seria mais lógico. Não sei. É muito estranha a matemática financeira do Fake News financiado.
Mais estranho, entretanto, é que eles não cansam e estão a transformar o jornalismo maranhense num maldito cabaré ortográfico. Li uma decisão judicial que manda um blogueiro retirar xingamentos contra o governador Flávio Dino e, sinceramente, aquilo é caso de cadeia. Chama o governador de bandido, vagabundo, fuleiro, miserável e “fudido”.
Eu apenas pergunto: Que espécie de jornalismo é esse? Em alguns casos, o jornalismo hoje praticado no Maranhão é caso de cadeia. E digo isso como jornalista. E não apenas pelo desrespeito a autoridades constituídas, mas pelo nível de agressão aos olhos e ouvidos de ouvintes e leitores. Daqui a pouco vamos sentir vergonha de dizer que exercemos essa profissão.

PDT anuncia pré-candidatura de Weverton ao Senado nesta segunda



Com a presença do presidenciável Ciro Gomes, o Partido Democrático Trabalhista (PDT) lançará, nesta segunda-feira, 16 de julho, às 17h, em São Luís, a pré-candidatura do deputado federal Weverton ao Senado Federal. O evento também terá a participação do presidente nacional do partido, Carlos Lupi, e do governador e pré-candidato à reeleição Flávio Dino (PCdoB), entre outros nomes da política maranhense, lideranças e militantes de todo o estado.

Em 2017 o deputado realizou ao longo do ano oito encontros regionais – o último em Timon - e tem percorrido diversos municípios em todo o estado. Agora, próximo ao período no qual os partidos estão autorizados a promover convenções para a definição dos candidatos para as eleições deste ano, o PDT faz o lançamento oficial da sua pré-candidatura. 

No evento também será lançado um aplicativo de celular, batizado de Rede W, que promoverá a interação entre o deputado e a militância do partido. “Acredito que o mandato do parlamentar é fruto de um trabalho coletivo e as novas tecnologias podem ajudar muito, mantendo as pessoas informadas sobre as ações de mandato, que afinal é de todos”, explica Weverton. 

O evento será realizado no auditório Darcy Ribeiro, no Centro de Convenções do SEBRAE.

Lançamento pré-candidatura Weverton ao Senado
Dia 16/7 (segunda-feira), 17h
Auditório Darcy Ribeiro, Centro de Convenções Sebrae
São Luís-MA