Banner

Banner

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Mais de 90 unidades do programa ‘Escola Digna’ estão em construção


Uma das principais ações do Governo do Estado, o programa ‘Escola Digna’ foi criado para acabar com uma triste realidade que ainda persiste em muitos municípios maranhenses: as escolas instaladas em casas de taipa e palha, ou em construções de alvenaria em péssimas condições físicas. O Governo do Estado já está mudando essa realidade, com a construção de dezenas de colégios nas regiões mais carentes do Estado.
As obras de construção de novas escolas são realizadas pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), por meio da Secretaria Adjunta de Obras Setoriais (Seaos). Atualmente estão em andamento a construção de 91 escolas. E a primeira unidade do programa Escola Digna já foi entregue, no povoado Muriçoca, em Fortaleza dos Nogueiras. A escola, fruto de uma parceria com a iniciativa privada, foi inaugurada no dia 15 de julho e atende 40 alunos do ensino fundamental.
As obras são financiadas com recursos próprios do Governo do Estado, com empréstimos junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por emendas parlamentares e uma parte do programa será realizada com recursos advindos de parceria com a iniciativa privada.
Parte das obras é realizada nos municípios com o menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Estado, que também estão sendo contemplados com diversas ações de combate à pobreza, por meio do programa ‘Mais IDH’. É o caso das cidades de Marajá do Sena, Santa Filomena do Maranhão e Jenipapo dos Vieiras, que juntas receberão oito escolas.
“Este é um programa para marcar profundamente a educação pública do Maranhão, deixando para trás uma realidade de atraso, permitindo que nossos alunos e servidores tenham plenas condições para estudar e trabalhar de maneira confortável e digna”, afirma o Secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto. Ele relembra também que o governo Flávio Dino reconstruiu 63 escolas e reformou trezentas unidades da rede estadual.

Antes de inaugurar, as escolas já estão mudando a realidade nesses municípios, com a geração de emprego para os moradores. É o caso de Damião, morador do povoado Ingarana, em Santa Filomena do Maranhão, que está trabalhando na construção da Escola Municipal Antônia dos Santos Soares. “Estou trabalhando nela, mas também sei que vai me servir, quero aprender mais umas coisinhas e tem também os meus netos que vão estudar aqui”, diz ele. O prédio contará com duas salas de aula, cozinha, dispensa e secretaria, e beneficiará 84 crianças e adolescentes do povoado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário