Banner

Banner

quinta-feira, 2 de março de 2017

PM negocia e salva criança evitando tragédia em Balsas



A Polícia Militar por meio do 4°Batalhão de Polícia Militar foi comunicada que Laureano Santos de Sousa, 26 anos, havia ameaçado de morte seu filho de 02 anos tentando jogá-lo de uma ponte sobre o rio cachoeira em Balsas e depois iria se matar, porem o irmão de Laureano conseguiu tomar a criança quando ele estava em cima da ponte já para cometer o homicídio. Laureano então foi até sua casa e pegou uma faca peixeira e colocou no pescoço do seu outro filho de 05 anos, querendo que lhe entregassem o outro filho que foi tomado pelo tio.
Após intensa negociação dos PMS comandados pelo tenente-coronel Medeiros e apoio do Major Jean Levi. Laureano que é pedreiro estava desempregado e queria a guarda dos filhos que segundo ele a mãe não cuidava e saía para festas deixando as crianças sozinhas. Ele disse que não tinha dinheiro para dar de comer aos filhos.
Os PMs chegaram a dar 150 reais para ele comprar mantimentos aos filhos, e que conseguiriam um emprego de lavador de viaturas no quartel, tudo no sentido de convencê-lo a libertar a criança e soltar a faca. Com as negociações ele foi tirando a faca da garganta do filho e em uma ação rápida, foi desarmado e a criança salva sem ferimentos.
Em certos momentos ele beijava o filho e outros demonstrava transtorno e trazia a faca na garganta do filho que chorava bastante e pedia ao pai para deixar ele ir para fora da casa. Ele disse que já tinha ido ao Conselho tutelar e na delegacia e nunca foi resolvido nada sobre a guarda das crianças, não sabendo procurar outros meios legais. Para ele, ou ficava com as crianças ou matava as duas e se mataria.
Graças a ação da polícia militar, tudo foi resolvido.
Fonte: Comunicação Social do 4° BPM – Balsas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário