Banner

Banner

domingo, 10 de dezembro de 2017

Suspeita de sabotagem no rompimento da adutora do Italuís

JM Cunha Santos


“Cuidado com a sabotagem. Tudo é possível. Por outro lado, cobrar da empresa que fabricou a peça a responsabilidade pela robustez e segurança para suportar grandes pressões, o que é perfeitamente possível”.
Essa foi a manifestação ao Blog de um dos internautas que comentaram a noticia de um rompimento na nova adutora do Italuís. Por incrível que pareça, o incidente se dá às vésperas do governo Flávio Dino fazer chegar a água a cerca de 160 bairros e 17 anos depois que a obra foi paralisada por corrupção no governo Roseana Sarney, conforme o Tribunal de Contas da União.
Desde a noite do inesperado e estranho incidente e por todo o dia de hoje, o governador Flávio Dino vem acompanhando os trabalhos de recuperação da adutora. Conforme entrevista concedida ao blog do Gilberto Lima, o governador, considera muito estranha a ruptura na adutora, que se deu em virtude do fechamento de uma válvula, distante do local do rompimento, que represou a água criando uma forte pressão e provocando o vazamento.
Flávio Dino informou, ainda, que será feita uma investigação policial do fato, mas até o momento ninguém sabe quem fechou essa válvula nem porquê.
O governador pediu uma perícia técnica da Polícia Civil porque, conforme suas palavras, todos os empresários, todos os engenheiros presentes ao local do incidente dizem que a ruptura na adutora não se explica tecnicamente.

Flávio Dino disse que é cauteloso o bastante para não falar em sabotagem, mas acrescentou que no Maranhão deve-se pensar em tudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário