Banner

Banner

segunda-feira, 5 de março de 2018

“MILITARES TEM CADA VEZ MAIS PODERES NO GOVERNO TEMER”, ADVERTE DOMINGOS DUTRA



O prefeito de Paço do Lumiar, ex-deputado Domingos Dutra, adverte que os democratas brasileiros devem prestar atenção nos movimentos políticos de presidente Temer. “Este golpista abandonou sem explicação a reforma da previdência, que considerava essencial para salvar o Brasil é de repente passou a priorizar a segurança pública, colocando as Forças Armadas no lugar do governo do Rio de Janeiro, criando um ministério de segurança pública, esvaziando o Ministério da Justiça e colocando um militar no Ministério da Defesa, contrariando a Constituição que obriga ter neste ministério que congrega as Forças Armadas um civil”.
Segundo Dutra, “combater a violência comum, o crime organizado, controlar o sistema carcerário, endurecer a legislação penal e garantir a segurança das pessoas sempre foi um anseio dos brasileiros. Portanto, as medidas de Temer, se surgirem efeitos lhe tirarão do inferno da impopularidade e lhe estimularão a peripécias perigosas para nossa nascente e fragil democracia”.
Na avaliação do prefeito de Paço do Lumiar “Temer é um político frio, calculista, habilitado, ambicioso e vingativo. Com sua habilidade conseguiu unir todas as alas criminosas do PMDB, de Eduardo Cunha a Renan, passando por Sarney, Juca e companhia. Com isto conseguiu ser vice de Dilma. Com sua frieza e articulacao conseguiu golpear Dilma, arrancando-lhe o mandato sem que a mesma tenha cometido um único crime e se mantém na Presidência da Republica com o apoio da maioria dos deputados, embora acusado é denunciado como Chefe de Quadrilha pela Procuradora Geral da República”.
Conforme Dutra, “as Forças Armadas, após a redemocratizacao desfrutam de boa avaliação da opinião pública. Se obtém êxito na intervenção no Rio e diante dos elevados índices de corrupção no País e da falta de lideranças na disputa presidencial, já que o próprio Temer articula a prisão de Lula, estimuladas por Temer as Forças Armadas podem sentir legitimadas a aventuras de retomada do poder, mantendo Temer na presidência”.

Domingos Dutra observa que “convém chamar a atenção, que Temer tem menos de 9 meses de imunidade. Após deixar a Presidência da República o seu destino será a cadeia, pois já foi incluído na Lava-jato e as denúncias que lhe enquadram como Chefe de Quadrilha seguirão para Sérgio Moura. Portanto, vamos prestar a atenção nos movimentos do golpista Michel Temer e seus seguidores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário